You are here: Home News UFSCar sedia Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão da Fapesp

UFSCar sedia Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão da Fapesp

— filed under:

UFSCar sedia Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão da Fapesp e tem 26 docentes atuando como pesquisadores em outros seis novos Cepids

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) anunciou no início deste mês a criação de 17 novos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids). A UFSCar é sede de um dos Cepids – o Centro de Pesquisa, Educação e Tecnologia em Vidros, dirigido por Edgar Dutra Zanotto, do Departamento de Engenharia de Materiais – e tem 26 docentes associados a outros seis centros: Centro de Pesquisa para o Desenvolvimento de Materiais Multifuncionais; o Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos; o Centro de Terapia Celular; o Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica; e o Centro de Matemática Aplicada à Indústria.
Os projetos foram selecionados por meio de chamada pública que recebeu 90 propostas e mobilizou, para o comitê avaliador, 150 revisores brasileiros, além de um comitê internacional composto por 11 pesquisadores convidados. Entre os critérios analisados estavam mérito científico, originalidade, competitividade e qualificação da equipe. Os projetos aprovados – que reúnem 535 cientistas do Estado de São Paulo e 69 de outros países – vão receber, nos próximos 11 anos, investimentos que somam R$ 1,4 bilhão.
O Vice-Reitor da UFSCar, Adilson de Oliveira, esteve presente à cerimônia de lançamento dos Cepids, realizada no último dia 6, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. Oliveira integra o Centro de Pesquisa para o Desenvolvimento de Materiais Multifuncionais, selecionado na chamada. “É interessante notarmos que a UFSCar é a única universidade federal a sediar um um Cepid. Chama a atenção também a forte presença da cidade de São Carlos, que abriga três dos 17 novos centros, dos quais 10 têm sede fora da Capital. Na cerimônia de lançamento, foi destacada a grande capacidade de pesquisa do Município, principalmente na área de desenvolvimento de novos materiais”, comenta o Vice-Reitor. “A Fapesp está fazendo um enorme investimento no tripé pesquisa, inovação e difusão, que é a base para consolidarmos o avanço do conhecimento não só na universidade, mas em toda a sociedade”, complementa.

Centro de Pesquisa, Educação e Tecnologia em Vidros
O Centro de Pesquisa, Educação e Tecnologia em Vidros, que tem sede na UFSCar, reúne 16 pesquisadores de São Carlos, vinculados à própria UFSCar e à USP. Inicialmente, foram delimitadas seis áreas de pesquisa e inovação em vidros e vitrocerâmicas, que contemplam aplicações odontológicas; aplicações médicas, para próteses e ossos artificiais; materiais de proteção balística; construção civil, visando a substituição de materiais como mármore e granito; aplicações ópticas; e catálise, com utilização dos materiais para contribuir na produção de combustíveis. Zanotto explica que o Cepid possibilitou a incorporação de outros pesquisadores ao trabalho já realizado com vidros e vitrocerâmicas no Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV) da UFSCar, bem como de outras linhas de pesquisa na área. “O pesquisador dedica grande parte de seu tempo à escrita de projetos e relatórios para obter financiamento para suas pesquisas. Nesse sentido, o Cepid nos dá tranquilidade para desenvolver projetos de longo prazo com financiamento garantido. Outros dois aspectos bastante interessantes dos Cepids são a valorização da multidisciplinaridade e da interface com a educação e a disseminação do conhecimento. No nosso projeto, contamos com pesquisadores da Engenharia de Materiais, da Física e da Química e, também, com pesquisadores que trabalham em Educação, que serão responsáveis por cursos e materiais educativos que contemplem o ensino de ciências em escolas, indústrias e diversos outros ambientes”, explica o Diretor do novo Centro.

http://www.blogdareitoria.ufscar.br/?p=1033