You are here: Home News Vidro resistente como pedra

Vidro resistente como pedra

news innovation vidro resistente

        Mais duro que o mármore, translúcido como o vidro. Esse composto, conhecido como vitrocerâmico, já compõe revestimentos, bancadas e até estruturas. Mas a versão da japonesa Nippon Electric Glass, única comercializada hoje no mundo (ao preço aproximado de US$ 500 o m², sem as taxas de importação), utiliza vidro novo. Um teste recente do Laboratório de Materiais Vítreos (LaMaV), ligado à Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), obteve placas duríssimas oriundas de garrafas recicladas, processo mais sustentável e potencialmente mais barato, já em estudo para entrar no mercado. “Conversamos com algumas empresas, mas ainda não fechamos nenhuma proposta”, conta o professor Edgar Dutra Zanotto, coordenador do LaMaV à frente da pesquisa. Com características estéticas vítreas (transparência e brilho) e propriedades físicas do granito (alta dureza, baixo coeficiente de dilatação térmica e quase nenhuma porosidade), os vitrocerâmicos são fabricados num processo chamado sinterização com cristalização simultânea (registrado pelo microscópio na foto acima), em fornos que esquentam até 1000ºC. “Nos testes com garrafas descartadas, as peças ficaram translúcidas e com excelentes propriedades mecânicas.”

news innovation vidro resistente 2

       As imagens mostram o momento de cristalização, que confere ao vidro a dureza maior que a do mármore. À direita, projeto do futuro Museu de Arte Contemporânea de Buenos Aires, do escritório americano MA2, que prevê estrutura e fechamento vitrocerâmicos.

Repertório

       A transformação do vidro em placas resistentes chegou ao mercado com o nome fantasia Neopariés. As peças criadas pelaNippon Electric Glass apresentam muitas das características do vitrocerâmico desenvolvido pela UFSCar. O pulo do gato da pesquisa brasileira, que usa soda calsílica para obter a cristalização, é a possibilidade de reutilizar vidro durante a fabricação, o que vai gerar produtos mais ecológicos. a aparência final pode lembrar a de pedras naturais coloridas, como os granitos, mas existem também versões lisas. 

Reportagem: Ana Weiss

Fotos: Divulgação

Link